Comissão de Relação com o Poder Judiciário realiza primeira reunião e discute ações para 2021

A Comissão de Relação com o Poder Judiciário (CRPJ) da OAB Piauí realizou, na tarde desta quarta-feira (13), a primeira reunião do ano. Durante o encontro, foram definidas algumas pautas que serão colocadas em prática ainda no mês de janeiro e estratégias para as ações durante o ano de 2021.

Acesso aos serviços no Poder Judiciário, atendimento aos Advogados e Advogadas nas secretarias, bem como acesso aos magistrados na Justiça Estadual, Federal e na Justiça do Trabalho estiveram entre as deliberações abordadas.

O Presidente da CRPJ, Einstein Sepúlveda, deu início à reunião, desejando boas-vindas aos novos membros da Comissão, os Advogados(as) Davy Coelho, José Wilson Ferreira Júnior, Sueli Santos e Luiz Mario de Araújo Rocha, ao tempo em que fez um balanço do ano anterior, ressaltando todas as ações que tiveram resultado positivo em relação ao Poder Judiciário, além de apresentar as novas metas para 2021.

“Começamos nossa primeira reunião do ano ouvindo os anseios dos colegas Advogados e Advogadas que militam conosco no dia a dia e demos continuidade ao projeto que encaminhamos para a Presidência do TJ no final do ano para ajudar no enfrentamento da pandemia e da morosidade do Tribunal. Recentemente, estive com o Presidente da Associação dos Magistrados, Leonardo Brasileiro, que se colocou à disposição para formar um grupo de trabalho e apresentar algumas opções do que pode ser melhorado de forma rápida e simples. Queremos um TJ forte e que possa dar uma resposta rápida aos anseios da população e dos Advogados(as)”, disse Einstein Sepúlveda.

Na oportunidade, a Ouvidora-Geral, Conselheira Seccional e membro da CRCP, Élida Fabrícia Franklin, apresentou um relatório sobre um trabalho que foi desenvolvido pela Ouvidoria, em parceria com a Comissão, referente às reclamações da Advocacia de não atendimento presencial ou por ligação telefônica nas varas.

A Comissão apresentou ainda um relatório de todos os atendimentos e respostas obtidas junto à Corregedoria do TJ-PI, especialmente em relação à movimentação processual e despacho de alvarás.

Ficou deliberado a intensificação da avaliação do acompanhamento dos canais de atendimento, seja por telefone/e-mail, tendo em vista que, em decorrência da pandemia, os atendimentos presenciais estão restritos e dependendo de agendamento. A reunião também tratou sobre a finalização do aplicativo de acompanhamento da produtividade e das atividades desempenhadas pelo Tribunal de Justiça, por meio do Núcleo de Tecnologia, em diálogo permanente com a Corregedoria.

Também participaram da reunião, o Coordenador Adjunto da Comissão, Rodrigo Vidal, e os membros Luiz Cordeiro, Tiago Moreira e Bertram Oliveira Alcântara.

Ascom OAB/PI

Veja Também

Decreto que considera atividades religiosas essenciais entra em vigor

Governo reforça que templos devem seguir medidas sanitárias como ocupação limitada, distanciamento social e uso …