Câmara aprova PL que permite que notário acumule cargo de professor

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara aprovou um Projeto de Lei que autoriza os notários e registradores a acumular o cargo de professor. Como foi aprovada em caráter conclusivo o texto e deve seguir para análise do Senado, se não houver recurso para votação em Plenário.

O PL 7.161/17 é de autoria do deputado Carlos Manato (PSL-ES) e a altera a Lei 8.935/94, que regulamenta serviços notariais e de registro. O relator, deputado Sergio Zveiter (DEM-RJ), afirmou que “a proposta aperfeiçoa o sistema jurídico processual vigente”. O PL, segundo Zveiter, adequa a lei à Constituição Federal que, em seu artigo 37, proíbe a acumulação remunerada de cargos públicos, mas abre algumas exceções, como ao exercício do cargo de professor.

Para o relator, “os notários e registradores não podem ser excluídos da permissão constitucional para acúmulo de cargo com o de professor, em função do princípio da isonomia, que lhes garante o mesmo tratamento dado aos demais ocupantes de cargos públicos”. Com informações da Assessoria de Imprensa da Câmara dos Deputados.

Veja Também

Concurso da Câmara Municipal de Teresina tem resultado preliminar divulgado

Nesta segunda-feira (30/08) o instituto AOCP divulgou o resultado preliminar da prova objetiva do concurso …