Após Justiça derrubar censura, Fantástico exibe reportagem sobre abono emergencial

Mulher ingressou com ação pretendendo impedir a veiculação de reportagem na qual aparecia como beneficiária do abono emergencial, mesmo com condições financeiras.

O programa de televisão Fantástico exibiu na noite de ontem, 28, uma reportagem que estava censurada pela Justiça do RS. O conteúdo da matéria jornalística informava acerca do recebimento irregular do abono emergencial, após relatório do TCU mostrar que 620 mil pessoas receberam auxílio emergencial sem ter direito.

Segundo informou a emissora, a desembargadora Maria Isabel de Azevedo Souza, do TJ/RS, derrubou a censura.

A RBS TV, afiliada da Rede Globo no RS, elaborou uma reportagem na qual mostrava uma mulher, que está com casamento marcado no Caribe, como beneficiária do abono emergencial para pessoas com dificuldades financeiras por conta da pandemia.

A mulher, então, ingressou com uma ação e teve seu pedido atendido pelo juiz Daniel da Silva, de Espumoso/RS, que impediu a afiliada de “publicar”, “vincular” ou trazer à tona matérias que envolvessem o nome da mulher.

A decisão de censura foi mantida pela desembargadora Maria Isabel de Azevedo Souza, no entanto, foi reconsiderada pouco tempo depois no sentido de liberar o conteúdo. A emissora de televisão ressaltou que a Constituição proíbe a censura prévia.

 

Migalhas

Veja Também

OAB Piauí participa de Cerimônia de Posse dos novos auditores do Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí

Na tarde desta segunda-feira (13), novos auditores e procuradores tomaram posse no Tribunal de Justiça …