segunda-feira , outubro 19 2020

No Dia do Professor, conheça histórias de quem faz a diferença na educação

Sabe aquela pessoa que dedica sua vida a ensinar, que compartilha seus conhecimentos e que acredita no poder que o seu trabalho tem para realizar mudanças no mundo? Sim, estamos falando dos professores.

No dia 15 de outubro é comemorado o dia dele, profissional que desempenha uma das atividades mais importantes na sociedade: educar, capacitar e formar os futuros cidadãos do nosso país.

Pensando nisso, reunimos a história de dois personagens que são professores em ONGs participantes do VOA, programa de voluntariado da Ambev.

Vinicius Matos, 25, é morador de Cidade Ademar. Ele Ingressou no Centro Educacional Assistencial Profissionalizante (CEAP) como aluno. Mas com um empurrãozinho do destino, foi apresentado de surpresa ao mundo da educação.

Um professor da ONG precisou se afastar devido a problemas de saúde, e o estudante ficou encarregado de assumir a função de dar suporte durante um período. No entanto, a volta do professor foi adiada por mais tempo, e como Vinicius já dominava o conteúdo, ficou auxiliando os estudantes.

Aos 18 anos, Vinícius começou a dar aulas, algo que ele nunca imaginou, por se considerar impaciente, mas pegou amor pela profissão. Hoje, ele é professor de programação, informática, e laboratório de computação no CEAP.

Rogerio da Hora, 34, é baiano, e veio com a mãe e 10 irmãos para São Paulo em busca de uma vida melhor. Hoje, ele é professor de tênis na ONG CADES e tem seu próprio projeto em Paraisópolis o “Tênis na Rua Paraisópolis”, iniciativa que atende crianças de 5 a 15 anos e, como o próprio nome sugere, as aulas são feitas na rua. Porém, o próximo passo de Rogerio é conquistar uma quadra para dar as aulas aos jovens e ampliar ainda mais o impacto positivo que realiza na comunidade.

Sobre o VOA

O VOA é o programa criado pela Cervejaria Ambev para compartilhar com ONGs seus conhecimentos em gestão. O objetivo é ajudar essas organizações a se estruturaram melhor e, assim, ampliarem seu impacto positivo na sociedade. Por meio do VOA, a companhia capacita as ONGs e, ainda, incentiva o voluntariado entre seus funcionários. Todas as aulas e mentorias do programa são dadas por funcionários da cervejaria que se voluntariam para doar tempo e conhecimento para as participantes, transmitindo conceitos de gestão de orçamento, planejamento estratégico, captação de recursos, estabelecimento de metas e indicadores.

Em 2018, primeiro ano do programa, 185 ONGs de todo o Brasil, selecionadas entre quase 2 mil inscritas, receberam consultoria personalizada. Foram quase 200 voluntários que dedicaram 12 mil horas para ajudar as ONGs a impactarem cerca de 2 milhões de pessoas. Em 2019, 71 novas organizações se juntaram ao programa e somam-se mais de 270 voluntários participando do programa. Neste ano, o VOA criou uma plataforma para compartilhar os conhecimentos e módulos do programa de forma gratuita com o público em geral, permitindo que qualquer interessado ou instituição acesse os conteúdos de gestão do programa.


Fonte: Com informações da assessoria

Veja Também

Volta às aulas presenciais: 8 redes estaduais de ensino público já têm data de retorno; consulte seu estado e capital

No final de agosto, esse número era de 5, segundo levantamento feito pelo G1. Agora …