MP-PI cobra melhorias na comunicação entre Consórcio Nacional Honda e clientes

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON) realizou na manhã desta quinta-feira (29/07), audiência com representantes do Consórcio Nacional Honda, para avaliar o cumprimento do termo de ajustamento de conduta firmado entre o órgão de defesa do consumidor e a empresa. A videoconferência foi presidida pelo coordenador-geral do Procon, Nivaldo Ribeiro, que contou com o auxílio do coordenador técnico do Procon, Edivar Carvalho, e da assessora jurídica do Procon, Gabriela Albuquerque.

Durante a reunião desta quarta-feira, o chefe do Procon explicou que o órgão recebeu diversas reclamações de consumidores sobre dificuldades que estes têm enfrentado para estabelecer contato com a empresa. O promotor de Justiça Nivaldo Ribeiro solicitou explicações sobre as medidas adotadas pela administradora do consórcio para melhorar o acesso dos clientes.

Os representantes do Consórcio Honda afirmaram que houve uma procura acima das projeções da empresa. Eles explicaram, ainda, que foi ampliado o número de atendentes para receber as ligações dos consumidores, passando de 20 para 100 pessoas designadas somente para atender ao TAC firmado entre o Procon e o consórcio. Caso haja dificuldades de contato pelo 0800 722 2325, o consumidor pode acessar, também, o site consumidor.gov.br (https://www.consumidor.gov.br/pages/principal/?1627579585913), efetuar um rápido cadastro e, posteriormente, registrar o pedido de atendimento. A pessoa deve anexar as cópias de documentos de identificação, do contrato do seguro e da carta enviada pelo consórcio, e explicar que se refere ao ressarcimento previsto no TAC.

O PROCON/MPPI, com auxílio dos PROCONs Municipais integrados ao SEDC, continuará a registrar, no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (SINDEC), as reclamações dos consumidores quanto aos supostos descumprimentos do termo de ajustamento de conduta, para que sirvam de dados de monitoramento e aperfeiçoamento das obrigações a serem executadas pela empresa. A administradora do consórcio se comprometeu a reavaliar o canal de atendimento destinado ao PROCON.


Fonte: MP-PI

Veja Também

Centro das Indústrias volta a reuniões presenciais e debate ações para o desenvolvimento

Os temas abordados em destaque na 14° reunião ordinária foram o estabelecimento do selo verde …