Mercado de vinhos segue aquecido e projeta crescimento em 2019

Inserir o vinho nos hábitos do brasileiro sempre foi um dos principais desafios do setor, que tem passado por grandes transformações nos últimos anos. Com um consumo considerado ainda baixo – menos de 2 litros/ano por habitante –, e bastante promissor, o mercado vem trabalhando no sentido de democratizar o acesso e disseminar informações que ajudem a vencer as barreiras que dificultam a popularização da bebida.

Apensar da crise econômica brasileira, que atravancou ainda mais as condições do segmento, o setor foi um dos poucos que se manteve em crescimento. Com a ascensão do mercado e forte demanda por variedade de vinhos e destilados de qualidade, as empresas do ramo têm projetado um crescimento acima de 15% para este ano.

Segundo dados da Ideal Consultoria, nos últimos 7 anos a importação de vinhos e espumantes no Brasil aumentou 55% em volume, atingindo 12.880 milhões de caixas e 27% em valor (FOB em dólares) ultrapassando US$ 368.607 milhões de dólares. Com consumo de aproximadamente 3 bilhões de litros por ano e um CAGR de 7% previsto para os próximos 5 anos, o mercado latino-americano ganhará um estímulo efetivo para expandir a cultura do vinho no Brasil, por onde passam 50% dos rótulos importados na América Latina.

Fonte: New Trade

Veja Também

Amazon traz Prime Day ao Brasil após coronavírus turbinar vendas

Dia promocional surge após investimentos da gigante americana na infraestrutura logística no mercado brasileiro, para …