sexta-feira , fevereiro 26 2021

Juiz suspende festas carnavalescas em casas de shows em Teresina

A decisão do juiz Aderson Antônio Brito Nogueira, da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública da Comarca de Teresina, foi dada nessa segunda-feira (18).

O juiz Aderson Antônio Brito Nogueira, da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública da Comarca de Teresina, deferiu pedido de liminar e determinou a suspensão imediata da realização de festas de carnaval no dia 23 de janeiro de 2021, bem como em datas futuras. A decisão foi dada nessa segunda-feira (18).

A proibição afeta as casas de shows e organizadores de eventos: Jeitinho Produções, Flip Eventos Ltda, 309 Bar, Restaurante Quinta do Visconde, The Lounge e Moon Pub House, que são locais que costumam organizar festas em ambientes fechados e com grande multidão.

A liminar foi concedida após ação civil pública movida pelo Ministério Público do Estado do Piauí contra a Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina, do Município de Teresina e das empresas já citadas visando suspender as festas carnavalescas que ocorrerão nos referidos estabelecimentos.

Segundo o Ministério Púbico, várias prévias de carnaval estão marcadas para acontecer no dia 23 de janeiro de 2021, nos estabelecimentos denunciados, e que os eventos ocorrerão em ambientes fechados, de modo a favorecer o contágio pelo coronavírus.

“Este é o momento de todos sermos estadistas e cumprirmos as normas editadas para prevenção e combate à pandemia da covid-19”, destacou o magistrado na decisão.

O juiz afirmou ainda que não se pode tolerar que a iniciativa privada, na busca incessante por mais lucros, promova eventos festivos que gerem mais riscos à saúde pública. “Penso que a realização de atividades econômicas por agentes privados deve, antes de tudo, garantir a saúde, a segurança e a integridade física do seu público alvo, em especial, dos foliões que movimentam o carnaval. Sem a garantia desses direitos, torna-se inadmissível a realização dos eventos festivos”, argumentou.

Ele então deferiu a liminar para a suspensão das festas, além de estipular multa de R$ 50 mil para cada um dos estabelecimentos em caso de descumprimento.

A Polícia Militar do Piauí, Polícia Civil, Vigilância Sanitária, Conselho Municipal de Saúde e Guarda Municipal de Teresina serão oficiados para que fiscalizem e impeçam a realização de festa de carnaval, no dia 23 de janeiro de 2021 ou em qualquer outra data, nos estabelecimentos réus da ação até decisão posterior.

Gp1

Veja Também

TCU requisita material sobre contratação de Moro por consultoria americana

O ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União (TCU), deu o primeiro passo …