quinta-feira , janeiro 20 2022

João de Deus é condenado a mais de 44 anos de prisão

Foi publicada nessa quinta-feira, 25, sentença do juiz Marcos Boechat, da comarca de Abadiânia, que condena João Teixeira de Faria, o João de Deus, a 44 anos e 6 meses de reclusão, em regime inicialmente fechado, pela prática de dois crimes de estupro e dois de estupro de vulnerável.

Os fatos ocorreram entre os anos de 2009 e 2018 envolvendo cinco vítimas. Com relação a uma delas, o ex-médium foi absolvido por insuficiência de provas. Foram fixadas indenizações por danos morais às vítimas em valores que variam de R$ 20 mil a R$ 75 mil. O réu permanece em prisão domiciliar decretada em outro processo e poderá recorrer da sentença no prazo legal.

Fonte: Tribunal de Justiça de Goiás

Veja Também

AGU pede ao STF manutenção de fundo eleitoral de R$ 4,9 bilhões

Valor que financiará campanhas de 2022 é constitucional, afirma governo; ação no STF fala em …